GRASASH POLY T180

É uma nova massa lubrificante multiusos de alto desempenho destinada a operar numa vasta gama de temperaturas, entre os – 50 e os 180°C de temperatura contínua e 200°C de temperatura máxima. É formulada com espessantes orgânicos inovadores, com uma elevada estabilidade química e térmica, juntamente com óleos sintéticos com elevado índice de viscosidade, apresentando uma capacidade lubrificante excecional e resistência ao envelhecimento.

A GRASASH POLY T180 pode ser utilizada em todos os mecanismos e rolamentos que rodem a uma velocidade média-alta (Fv=700000), sob cargas médias, como motores elétricos, bombas, alternadores, etc.

As vantagens da GRASASH POLY T180 são:

· Mecanismo de lubrificação que pode funcionar entre os – 50 e os 180°C.
· Longa vida multifuncional necessária.
· Melhoria do sistema de lubrificação.
· Resistência a água, vapor de água e temperatura.
· Elevada compatibilidade com plástico e elastómeros.
· Baixo coeficiente de fricção elevado.
· Baixo ruído.
· Baixo consumo de energia elétrica.
· Indicado para trabalhar em elastohidrodinâmica EHL.
· Baixo teor de cinzas.

PROPRIEDADES:

Comportamento térmico:

A GRASASH POLY T180 foi concebida para manter uma película lubrificante estável e aderente sob variações de temperatura Graças ao seu óleo sintético e elevado índice de viscosidade, possibilita um excelente comportamento. Graças ao espessante orgânico com elevada estabilidade térmica e química, permite o aumento da temperatura, evitando o amolecimento do lubrificante.

A evolução dinâmica da viscosidade com a temperatura permite-nos saber qual o amolecimento ou endurecimento que a massa lubrificante sofrerá com a variação de temperatura. Como indicado no gráfico seguinte, a massa lubrificante GRASASH POLY T180 irá apresentar uma menor variação na viscosidade dinâmica com a temperatura.

Um aumento da temperatura afeta a massa lubrificante, diminuindo a viscosidade do seu óleo base, amolecendo-o. Embora dependa das temperaturas atingidas, são geradas perdas por evaporação.
A combinação dos dois efeitos modifica a espessura e a qualidade da película lubrificante, uma vez que a evaporação de uma fração do óleo de base provoca o endurecimento.

O comportamento da GRASASH POLY T180 é significativamente superior a uma massa lubrificante convencional, porque proporciona menores perdas por evaporação, o que garante uma vida útil mais longa do lubrificante e melhores condições de trabalho. Também é importante considerar o comportamento das massas lubrificantes a baixas temperaturas. A descida da temperatura resulta no endurecimento da massa lubrificante, fazendo com que esta perca a sua fluidez e aumentando a sua consistência. Gera um aumento da fricção interna, causando uma perda da capacidade de humedecimento, bem como uma diminuição da velocidade de recirculação da massa lubrificante no interior do rolamento.

DURABILIDADE:

A película lubrificante tem uma elevada resistência ao envelhecimento, o conjunto de aditivos selecionado irá desempenhar um papel muito importante no que toca à vida útil do lubrificante. Quando comparada com os lubrificantes convencionais, a GRASASH POLY T180 tem uma elevada resistência à oxidação, o que significa que pode manter as suas propriedades lubrificantes inalteradas durante longos períodos de tempo.

A GRASASH POLY T180 é capaz de manter níveis de lubrificação excelentes durante longos períodos de tempo. O teste utilizado para demonstrar esta propriedade é o teste ROF da SKF.

Condições de teste:

· Rolamentos SKF N.º 6204 2Z.
· Velocidade 10 000 rpm.
· Temperatura 160°C.
· Duração L50>700 horas (sem adicionar lubrificante).

Compatibilidade com plástico e elastómeros:

Os componentes não metálicos são cada vez mais utilizados em novos desenhos industriais, tais como plásticos e elastómeros, é preciso, assim, otimizar a compatibilidade com os lubrificantes, de modo a garantir uma longa vida útil e um bom desempenho. A utilização de um lubrificante de baixa compatibilidade gera uma forte variação no volume, modificando as suas propriedades físico-mecânicas (dureza, alongamento, resistência à tração, etc.). Em alguns casos, pode afetar a flexibilidade adequada das partes. Reduz a vida útil dos componentes de plástico e elastómeros.

APLICAÇÕES:

· Rolamentos e quaisquer mecanismos operados a temperaturas entre os – 50 e os 180°C (máximo 220°C).
· Rolamento operado a velocidade média e elevada fv=700000 fv=Dm.rpm, Dm=1/2 (Dext+Dint).
· Rolamentos de motores elétricos.
· Rolamentos de ventiladores, exaustores, bombas, etc.
· Rolamentos de carruagens.
· Rolamentos e transmissões em sistemas de arrefecimento.
· Rolamentos de túneis de secagem.
· Rolamentos em correias transportadoras.
· Rolamentos e cavilhas em correntes operadas sob fortes variações de temperatura.
· Rolamentos lisos e juntas em contacto plástico-plástico e plástico-metal.
· Lubrificação de guias de arame, rolamentos de plástico e corrediças.
· Lubrificação de rolamentos e mecanismos gerais, sempre que seja necessária uma frequência de lubrificação reduzida para melhorar a vida útil.

NÍVEL DE QUALIDADE:
Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de tus datos para estos propósitos. Más información
Privacidad